Com novas filiais, 2S leva transformação digital ao Sul e Sudeste

Ao inaugurar regionais no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, empresa quer estimular mudanças em organizações dos mais variados setores

Com o objetivo de levar a transformação digital a empresas de todas as regiões do Brasil, a 2S Inovações Tecnológicas inaugurou, em janeiro de 2019, duas unidades regionais: Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. As filiais são parte da estratégia de expansão da companhia, que foi recentemente premiada pela Cisco como o parceiro mais inovador no Brasil durante o Partner Technical Council, na sede da fabricante em San José, na Califórnia, Estados Unidos.

Cezar Magalhães, gerente de contas da regional Rio de Janeiro, destaca que a atuação da 2S no estado era pequena até o fim de 2018. Exatamente por esse motivo, o maior desafio da unidade é tornar a marca reconhecida por sua excelência entre os cariocas, em especial no setor de utilities, que é um dos focos de atuação na localidade.

“Nosso objetivo é expandir a marca no setor de energia não só pelo seu tamanho, mas porque o segmento tem bastante experiência em projetos inovadores”, explica o especialista.

A regional Rio de Janeiro já nasceu com efetivo nas áreas de gerência de contas, pré-vendas e pós-vendas. A expectativa é que dobre de tamanho em até dois anos.

Assim como na regional Rio Grande do Sul, ambas as unidades contam também com uma equipe de especialistas espalhados pelo Brasil. “Como parceiro Cisco 1Tier, a atuação é feita em conjunto com a equipe da Cisco local e os engenheiros que suportam essa região, com presença já estabelecida no estado há muitos anos”, destaca Kelly Stefani, gerente regional da unidade sulista.

A especialista ainda enfatiza que o principal objetivo da criação da unidade é aproximar as soluções da 2S e da Cisco dos clientes do Sul do País, expandindo as possibilidades de aplicação de soluções inovadoras. “Atuamos desde a concepção do escopo dos projetos até a busca pela melhor aplicação a preços competitivos.”

Mesmo com a inauguração recente, a gerente destaca que a equipe da regional Rio Grande do Sul já teve a oportunidade de levar um cliente do estado a São Francisco e San José, nos Estados Unidos. “Na viagem, apresentamos as mais modernas soluções utilizadas hoje no mundo todo.”

Kelly comenta que os desafios da unidade são os mesmos de qualquer novo entrante no mercado. A meta é regionalizar o máximo possível as tecnologias para o mercado local do Rio Grande do Sul. “Respeitar a maturidade e a velocidade dos negócios locais é bem importante”, garante.

O foco de atuação é diversificado e passa por clientes dos setores automotivo, industrial, rodoviário, varejo, financeiro e tecnologia, de todos os portes. A expectativa para o primeiro ano de atuação é consolidar a 2S como referência Cisco para os clientes.

Com as inaugurações, a 2S alcança sete unidades espalhadas pelo Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campinas, São José dos Campos, Porto Alegre e Curitiba) e uma equipe de mais de 100 pessoas habilitadas para levar aos clientes o que há de mais disruptivo em soluções tecnologicamente inovadoras e otimização da área de TI, com foco no aumento da produtividade e redução de custos.

Leia mais:

Conectividade: os desafios de levar tecnologia a lugares remotos

Multicloud: visibilidade exige recursos de gestão e orquestração

Redes intuitivas: conhecendo a si mesmas