Internet das coisas terá 14 bilhões de conexões em 2021

Na área mineral, o IoT igualmente ganha espaço. Segundo Renato Carneiro, presidente da 2S, integradora parceira da Cisco, existem casos de sucesso no setor, que envolvem comunicação, colaboração e data center adaptadas ao ambiente das minas, que permitiram quadruplicar a produção anual e reduzir os custos em US$ 2,5 milhões. A empresa se classifica como pioneira do IoT em mineração no país. De acordo com o executivo, além de reduzir custos e otimizar processos com a infraestrutura adequada, a IoT traz sensores, atuadores e conectividade à mineração, possibilitando o melhor planejamento, a programação das atividades de perfuração nas minas, a tomada de decisão em tempo real e o total controle da operação – da extração ao transporte.