O impacto da transformação digital no RH da Suzano Papel e Celulose

Ambiente colaborativo “Juntos e Misturados” usou a tecnologia como base da nova estratégia de negócios. Aos 93 anos, a Suzano Papel e Celulose está na reta final de um processo de mudança em sua cultura organizacional, que teve como base a transformação digital no fim de 2015. Em um alinhamento estratégico entre o RH e o time de TI, foi realizada a reorganização física dos ambientes por meio do projeto “Juntos e Misturados”, que derrubou barreiras físicas entre departamentos e funcionários, possibilitando ao colaborador escolher sua mesa ou trabalhar em um local externo. O programa tem como objetivo eliminar lugares fixos, aproximar profissionais de diferentes departamentos e ampliar e diversificar grupos de trabalho e de amizades dentro da empresa. “É uma mudança cultural na companhia e está alinhada à nossa cultura, que preza a inovação, empreendedorismo, liderança e a colaboração”, ressalta Thais Augusto Roma, do RH da Suzano Papel e Celulose. “Mas para dar total mobilidade às equipes foi preciso eliminar os cabos de rede e implementar uma robusta estrutura WiFi, com políticas de acesso e total segurança no ambiente de TI”, explica Wagner Barchi, coordenador de TI para Telecom e Segurança da Informação da Suzano. A 1º fase do “Juntos e Misturados” ocorreu na sede administrativa da empresa, no fim de 2015, com a reforma e repaginação física dos ambientes. Em seguida, foi a vez das fábricas em Limeira (SP), Suzano (SP) e Mucuri (BA) se integrarem ao projeto, entre março e maio deste ano. No final do programa, estima-se que 1,5 mil colaboradores sejam beneficiados pelo novo espaço de trabalho e 3 mil dispositivos conectados na nova rede móvel da Suzano. “O RH sempre trabalhou junto com a TI para identificar ações que pudessem agregar no desenvolvimento de nossos colaboradores, como, por exemplo, uma ferramenta que possibilita a troca de insights de maneira fluída e on time”, conta Thais. A responsável por implementar a transformação digital no “Juntos e Misturados” foi a integradora “2S Inovações Tecnológicas”, parceira 1Tier da Cisco e uma das pioneiras em soluções de transformação digital no país. “Buscávamos um bom nível de suporte e as tecnologias Cisco estão anos-luz de distância de seus concorrentes. Por parte da 2S, a condução superou as expectativas, com um consultor sênior em cada unidade, suportando e respondendo de forma rápida e precisa. Também houve muito engajamento na parte técnica e no suporte, com uma excelente autenticação dos dispositivos”, afirma Barchi. De acordo com Thais, já é possível constatar os impactos desse projeto na produtividade e qualidade de vida dos colaboradores e também um maior engajamento. Como a evolução dessa iniciativa, a Suzano planeja investir em tecnologias de videoconferência, ainda este semestre. “Será um dos grandes desafios para 2017, mas nossa rede já está preparada para a atualização”, comenta o coordenador de TI. Sobre a Suzano Papel e Celulose A Suzano Papel e Celulose é uma empresa de base florestal e uma das maiores produtoras verticalmente integradas da América Latina. Subsidiária da Suzano Holding e parte do Grupo Suzano, a empresa investe há 93 anos na indústria de papel e celulose e possui operações globais em aproximadamente 60 países. Atualmente, são cinco unidades industriais: Suzano, Rio Verde e Limeira, no estado de São Paulo, Mucuri, na Bahia, e Imperatriz, no Maranhão. Sua capacidade anual de produção é de 4,7 milhões de toneladas de papel e celulose. A empresa opera ainda na área de biotecnologia, por meio da FuturaGene, primeira empresa do mundo a obter aprovação para o uso comercial de eucalipto geneticamente modificado; celulose fluff, usada na produção de fraldas e absorventes higiênicos; lignina, um subproduto do processo de fabricação da celulose, e potencial substituto de derivados de petróleo em aplicações de alto valor; e tissue, como um parceiro industrial para a indústria de papel higiênico.