Internet das Coisas (IoT)


Uma nova fonte de inteligência de negócios, eficiência e geração de receitas.

IOT

Desafios

Mais do que desafios, o conceito da Internet das Coisas é carregado de mitos: “Não é para mim, ou para a minha empresa”; “É muito caro, pois requer investimento alto em infraestrutura”; e “Não dá para garantir a segurança das informações” estão entre os mais comuns. Mas o fato é que essas barreiras (ainda) existem por uma única razão: falta de conhecimento das empresas sobre o tema e como aplicar a IoT em seu negócio.
Em uma pesquisa feita pela revista The Economist com 779 CEOs, em 2013, 96% afirmaram que, até 2016, pretendem usar a Internet das Coisas em pelo menos algum aspecto de suas operações. Além disso, 61% deles acreditam que as companhias que tardarem a integrar IoT aos seus negócios ficarão para trás dos competidores.

A 2S preparou um hotsite com conteúdo exclusivo e prático para romper com os paradigmas que rondam a IoT – e para mostrar que a sua empresa pode, sim, iniciar esse movimento disruptivo. Veja aqui:

Proposta de valor

Desenvolvemos alguns dos projetos pioneiros de IoT no Brasil. Por isso, levamos às empresas uma visão prática de como a Internet das Coisas funciona, as possibilidades permitidas por ela e modelos de negócio que viabilizam a sua implementação.


Fazemos uma imersão no negócio para identificar os problemas centrais e as necessidades latentes, para assim construir um projeto específico, assertivo e viável para o contexto daquela organização.


Garimpamos no mercado sensores e dispositivos que, acoplados à solução, permitem a extração de dados críticos para a tomada de decisão. Também mantemos parcerias com ISVs especializados para o uso de plataformas de big data e analytics, desenvolvendo a inteligência de negócios que só a IoT é capaz de gerar.


Quando necessário, executamos um projeto-piloto para verificar e comprovar os benefícios daquela solução.


Desenhamos um projeto composto por fases. O ponto de partida é o preparo da infraestrutura de conectividade, que possibilitará a realização das etapas seguintes:

Implementação dos dispositivos necessários

Criação de uma plataforma de análise em tempo real dos dados coletados

Definição de padrões e processos para a operação

Consultoria estratégica para a melhor utilização dessas informações

Portfólio


A Internet das Coisas não é um produto; é o que você faz com ele. Ponto. Mas, é importante destacar que há uma série de tecnologias e dispositivos que, por algumas funcionalidades específicas, ajudam a compor a infraestrutura do projeto, por exemplo:

Roteadores e switches: em IoT, utilizamos as linhas chamadas de industriais, adequadas para ambientes hostis (é o caso, por exemplo, do equipamento instalado no ônibus que provê internet ao usuário).

Software: não existe projeto de IoT sem inteligência embarcada. E essa condição é garantida pelo software que combina e analisa os dados que realmente importam para a organização. Para isso, utilizamos ferramentas da Cisco e outras mais especializadas, de ISVs parceiros.

Sensores: buscamos dispositivos ainda pouco conhecidos no mercado, que permitem a coleta de informações específicas de negócio, às vezes o menor dos detalhes, e que trazem uma visão estratégica antes não permitida.